Error: Only up to 6 modules are supported in this layout. If you need more add your own layout.

Congresso discute atenção domiciliar na rede pública de saúde

Postado em Assessoria de Imprensa

Logo congresso pequena
A Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde de Curitiba (Feaes) promoverá, entre os dias 18 e 20 de setembro, II Congresso Sul Brasileiro de Atenção Domiciliar e o III Encontro de Atenção Domiciliar da Região Sul do Brasil. São esperados cerca de 400 participantes entre profissionais e estudantes.

Segundo o idealizador do evento, Altair Damas Rossato, haverá a participação dos principais representantes da atenção domiciliar na rede pública de saúde do sul do país. “As discussões e a troca de experiências serão uma grande oportunidade para a capacitação profissional e o fortalecimento da estratégia de desospitalização”.

A partir do tema central A integralidade do cuidado na atenção domiciliar, os trabalhos abordarão a consolidação da prática assistencial em domicílio e a integralidade com hospitais, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Na quinta-feira (18), a partir das 8h30, o encontro regional reunirá gestores para apresentar as características do serviço na rede pública de saúde dos municípios de Palotina, Londrina e Cascavel (PR), Blumenau (SC), Bento Gonçalves e Pelotas (RS). Haverá também uma discussão sobre judicialização no atendimento – ou seja, quando os pacientes buscam o Poder Judiciário para garantir o direito à saúde.

A abertura do II Congresso Sul Brasileiro de Atenção Domiciliar será às 13h30 e na sequência haverá a realização da conferência magna Programa Melhor em Casa - Sul do Brasil, que tratará do serviço na região, peculiaridades, desafios e pontos fortes.  

Além das mesas redondas e conferências, a programação contará com atividades práticas em quatro diferentes cursos: Manejo de feridas; Ventilação mecânica; Uso de dietas enterais e Fragilidade no idoso. Todos acontecem na sexta-feira (19), no período da manhã.

No sábado (20), das 8h30 às 12h30, a programação contempla sete oficinas. “Propusemos práticas para diversas áreas da saúde, tornando a abordagem multiprofissional”, explica a fisioterapeuta e coordenadora da Comissão Organizadora, Talita Ferreira Turatti do Carvalhal.

A oficina de intercorrências agudas, por exemplo, é voltada a todas as áreas e tem como objetivo abordar o primeiro atendimento em casos de Acidente Vascular Encefálico, Infarto Agudo do Miocárdio, entre outras enfermidades.

Melhor em Casa

O Melhor em Casa é um programa do governo federal que atende em domicílio pessoas com necessidade de reabilitação, dificuldade ou impossibilidade física de locomoção até uma Unidade de Saúde e que necessitem de maior frequência de cuidado, recursos de saúde e acompanhamento contínuo, além de pacientes crônicos sem agravamento ou em pós-cirurgia, com garantia de continuidade de cuidados e de forma integrada aos serviços de saúde.

Em Curitiba, o Melhor em Casa foi implantado há 2 anos. “É algo relativamente recente em todo o país. Por isso, precisamos fortalecer a articulação do serviço com os vários pontos de atendimento da rede pública”, afirma Talita.

Na capital paranaense, o programa Melhor em Casa é gerenciado pela Feaes e conta com dez equipes multiprofissionais formadas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, assistentes sociais, fisioterapeutas, nutricionistas, farmacêuticos, administrativos e fonoaudióloga. Eles são responsáveis pelo atendimento de cerca de 500 pacientes em toda cidade. O encaminhamento é feito por Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS).


II Congresso Sul Brasileiro de Atenção Domiciliar e III Encontro de Atenção Domiciliar da Região Sul do Brasil

Data: 18, 19 e 20 de setembro;

Local: Unibrasil - Rua Konrad Adenauer, 442 - Tarumã;

Inscrições: www.feaes.curitiba.pr.gov.br;

Investimento: R$ 120 (até 18/08); R$ 140 (até 17/09) e R$ 160 (no dia). Estudantes de graduação pagam metade.

Informações: Tel.: (41) 3316-5961 e 3316-5966 ou e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.