Error: Only up to 6 modules are supported in this layout. If you need more add your own layout.

Feas tem seis trabalhos indicados ao prêmio em Mostra Paranaense de Saúde

Escrito por Fernanda Luvizotto. Postado em Assessoria de Imprensa

A Fundação Estatal de Atenção à Saúde (Feas) teve 31 trabalhos inscritos na 7ª Mostra Paranaense de Pesquisas e Relatos de Experiências em Saúde, que tem como tema “A saúde em tempos de pandemia: experiências e aprendizados”. Seis desses trabalhos foram indicados a prêmio.

Este ano o evento será online e ocorrerá entre os dias 09 e 10 de julho. Juntamente com a mostra ocorrerá a sexta edição do Prêmio Inova Saúde Paraná, que contará com a indicação de três trabalhos de profissionais do Hospital Municipal do Idoso, um da Unidade de Pronto Atendimento Boqueirão, um do Centro de Capacitação e Desenvolvimento Humano e um do Serviço de Atenção Domiciliar.

“A adaptação da equipe multiprofissional de um Centro de Terapia Intensiva na pandemia”, escrito pela coordenadora de Enfermagem da CTI do Hospital Municipal do Idoso, Rosane Kraus, é um dos que concorrem ao prêmio. “Foi um momento de muitos desafios que demostraram a força e a resiliência de nossas equipes”, descreve Rosane .

Já a fisioterapeuta Regiane Borsato é indicada ao prêmio pelo relato sobre a “Implementação de uma avaliação clínica para indicação de ventilação não invasiva em pacientes com Covid-19”.

O estudo descreve esforço da equipe de fisioterapia em criar uma estratégia, baseada em escalas clínicas, capaz de identificar de forma precoce a deterioração respiratória do paciente com Covid-19 e, por meio do uso de ventilação não invasiva (VNI), diminuir a necessidade de intubações (uso da ventilação mecânica).

“Foi lançado um desafio para a Residência de Fisioterapia para encontrar escalas que pudessem nortear nossa indicação [de VNI], visto que o olho clínico, mesmo de pessoas treinadas estava falhando”, relata Regiane. As escalas passaram a ser utilizadas em todas as unidades da Feas. “A cada mês temos melhora na taxa de sucesso e nos indicadores”, diz a fisioterapeuta.

Também concorrem ao prêmio o trabalho “Implementação de uma unidade de retaguarda para hospitalização de pacientes com Covid-19, de autoria de Paulo Henrique Coltro; “Percepções da prática do Serviço Social nas videochamadas”, produzida por Valéria Pacheco Azevedo; O “Uso da simulação realística na capacitação da equipe de enfermagem para integrar o serviço de atendimento pré-hospitalar móvel”, de Fernanda Schmitz Santos; e “A visita pós-óbito em domicílio, a abordagem psicológica em tempos de pandemia, escrito por Miriane Elisabeth Souza Pereira.