Share |

Palestra incentiva a prática da meditação como promoção de saúde mental

Escrito por Fernanda Luvizotto. Postado em Assessoria de Imprensa

Fotos: Guilherme Wille

Para marcar o Janeiro Branco, data que faz alusão à prevenção do adoecimento emocional, a Fundação Estatal de Atenção à Saúde (Feas) promoveu, nesta segunda-feira (27/1), a palestra “A meditação na promoção da saúde mental”.

O evento foi realizado no auditório do Hospital Municipal do Idoso, no Pinheirinho, em parceria com a entidade “Mãos Sem Fronteiras” (MSF), que incentiva a prática da meditação para o aumento do bem-estar.

A diretora técnica do hospital, Marina Bueno, destacou o interesse do público pelo tema. “O auditório lotado só reforça a importância desse debate e o impacto da saúde mental na saúde física”, disse.

O embaixador internacional pela paz David Miramond, do MSF, falou sobre os benefícios da meditação como prática integrativa ao estresse do dia a dia. “Temos que preservar nossa saúde mental com este remédio natural”, enfatiza Miramond.

 

Espaços públicos

Ele contou que na França já se pratica a meditação em espaços públicos como bancos e prefeituras. Segundo relata, a meditação “melhora a concentração para as tarefas do dia a dia, diminuição do estresse causada por pressões diárias, aumento da criatividade e melhoria da qualidade do sono”.

A entidade “Mãos sem Fronteiras” está em 18 países e realiza a campanha mundial “5 minutos, eu medito”, para difundir a prática por meio de um aplicativo gratuito, disponível para Android e IOS.